Facebook

Direto da fonte: Princípios de SEO segundo o próprio Google

Por em
Direto da fonte: Princípios de SEO segundo o próprio Google

A internet é um vasto oceano de informações (inúteis em boa parte), portanto, criar um site com conteúdo que seja não apenas visível, mas também, útil e confiável e relevante, humanizados para resumir, vai diferenciar seu site nas buscas.

Leia algumas dicas, que talvez você não conheça, e podem te ajudar a criar materiais com foco nas pessoas e otimizados com foco em SEO, e boas posições nas buscas.

Este é o primeiro artigo de uma nova série que a Agência Clave está criando. Vamos traduzir documentos do Google e neste primeiro você encontrará:

  1. Conheça o E-E-A-T

  2. Por que a restrição de conteúdos acontece?

  3. Evite o SEO negativo

  4. Como avaliar a importância do conteúdo segundo Google?

  5. Como funciona o ranqueamento no Google?

  6. A importância do SEO Segundo documentações do Google.

  7. Qual é a importância do SEO?

  8. Por que focar nas pessoas?

Como avaliar a importância do seu conteúdo no SEO?

O ideal é avaliar seu próprio conteúdo para entender e decidir se ele é mesmo útil e confiável e relevante. É preciso responder algumas perguntas básicas para essa auto avaliação do material, como:

  • o conteúdo ou texto é original (tem seu estilo)?
  • abrange tudo sobre o tema proposto?
  • é relevante (terá que conhecer bem seu público)?
  • Você oferece valor para o seu público-alvo no conteúdo, ajuda a resolver algum problema?

Vale frisar que a forma como escreve e a qualidade da escrita, bem como a relevância, vão contar bastante para definir o futuro desse material no SEO do seu projeto.

Afinal, os buscadores, como o Google, avançam cada vez mais na seleção de páginas e sites com uma comunicação mais humanizada para ranquear, um evento que ilustra bem isso é o lançamento do algoritmo BERT pelo google.

Nesse sentido, pode-se dizer que o Google está ainda mais rígido e pode restringir mais conteúdos que não agreguem na sua plataforma.

Por que a restrição de conteúdos acontece (ou pode) em seu site?

Isso acorre porque muitos textos são lançados em sua plataforma/ site e nem sempre eles trazem algo de relevante ou de novo para quem vai ler.

Por isso, é importante criar um material que consiga priorizar as pessoas que acabam agindo de forma positiva em seu site, este comportamento positivo é identificado pelos algoritmos que por sua vez coloca o conteúdo em melhores posições nas buscas para o público específico que teve o melhor comportamento. O foco sempre deve ser os usuários.

Como funciona o ranqueamento orgânico no Google SEO?

Imagem ilustrando um resultado de busca orgânica subindo posições na Serp do Google.

O Google, com seus sistemas de ranqueamento, tem como foco priorizar conteúdos que tragam valor para as pessoas, em vez de apenas subir no ranking nas páginas de pesquisa.

Dessa forma, é ideal definir alguns pontos antes de criar um material, para ter a certeza de que ele vai focar nas pessoas, como:

  • seu público-alvo;
  • o nicho do seu site/blog;
  • a experiência de leitura na página;
  • Pauta relevante e que atenda a expectativa do público-alvo.

É ideal também criar materiais que passem autoridade nos temas que se propõe a abordar. Assim, sempre mostre uma boa experiência em primeira mão e conhecimento mais profundo sobre a sua área ou nicho, por exemplo.

Obs. O resumo do tópico a baixo sobre “focar nas pessoas” complementa este aqui.

Conheça o SEO

A Otimização SEO é o conjunto de táticas usadas para melhorar a visibilidade de um site nos resultados dos sites de pesquisa, como o Google, Bing e outros.

O objetivo do SEO é aumentar o tráfego orgânico, ou

seja, as visitas de pessoas qualificadas e do perfil correto, que encontram seu site de forma não paga, por meio de resultados na Serp do Google por exemplo.

Otimize também as imagens

Se o seu site usa imagens, otimize-as para carregarem de forma rápida. Além disso, use atributos “alt” para descrever imagens, o que é útil para o SEO e a acessibilidade também, por exemplo.

Atualmente um formato para imagens, criado pelo próprio Google está com seu uso em crescimento, é o “.webp” e seu uso é recomendável no SEO. Já existem muitos plugins para o WordPress e editores de imagens bem como sites que podem fazer essa conversão em segundos.

Foque em Mobile-Friendly

Certifique-se de que seu site seja responsivo e amigável para dispositivos móveis. Afinal, os motores de pesquisa valorizam sites que oferecem uma boa experiência em acessos via celular e tablet.

Imagem do Google apresentando um resultado de busca indicado como mobile-friendly.

Aprender o que é e como usar o SEO da forma certa pode gerar um maior alcance de marca.

Para otimizar suas páginas, inicie pelo relatório gerado no Google Page Speed, na aba Mobile. Acesse: https://pagespeed.web.dev/

Dica de ouro: Considere explorar formatos de conteúdos para seu site como AMP e WEB STORIES. São formatos dedicados para o mobile e vão aumentar muito seu tráfego orgânico principalmente no Google.

Qual é a importância do SEO para o marketing digital?

A otimização SEO tem como objetivo, auxiliar os mecanismos de busca a compreender o seu conteúdo e apresentá-lo às pessoas certas.

Por isso, é importante aplicar essas boas práticas em materiais que sejam humanizados, valorizando sempre a experiência das pessoas (o comportamento positivo deles na sua página garante boas posições) e não apenas tentando manipular as classificações nos resultados de busca para enganar os algoritmos. Certo? Seguem algumas dicas boas e que coletamos da documentação do Google:

Conheça o E-E-A-T, gere valor e relevância e evite o seu banimento.

Entender o E-E-A-T é essencial para saber como gerar valor e evitar banimento de seu site por conta de algum material que publicou.

Ocorre que, os avaliadores de qualidade do Google ajudam a garantir que o conteúdo atenda a esses critérios.

Seu texto deve ser confiável e mostrar expertise nos temas, mas sem adotar práticas ilegais para as diretrizes do Google. Vale lembrar que conteúdos gerados por IA, por exemplo, são contra as diretrizes do Google.

Conteúdos que abordem também temas chamados de YMYL (Your Money, Your Life) que, em geral, podem tratar algo que possa influenciar na saúde, bem-estar e no aspecto financeiro das pessoas, possuem um peso maior para o buscador.

Evite o SEO negativo

Além das práticas ilegais nas diretrizes do Google, o algoritmo também vai de encontro às práticas chamadas de SEO negativo, que tenta burlar os códigos do site para ranquear mais rápido.

Isso ocorre por diversos motivos, seja com más intenções ou por não conhecer as normas e leis do site, por exemplo. Por fim, jamais crie conteúdos com “fake news” ou com dados que não se baseiam em informações verídicas e de fácil acesso do público.

Por que focar nas pessoas para ter sucesso no SEO?

É ideal focar nas pessoas ao criar um material de valor e não para manipular o buscador e ranquear bem a sua página. Desse modo, para evitar a armadilha de criar materiais apenas para ser bem-sucedido na classificação dos mecanismos, siga as dicas a seguir:

  • não crie conteúdo em massa;
  • foque na relevância atual;
  • não crie promessas vazias.

Para evitar que seus textos sofram algum tipo de restrição, siga sempre uma ordem lógica e cronológica ao criar um material.

Assim, você deve sempre tentar escrever de forma fácil, clara e direta, o máximo que puder.

Esqueça palavras-chave no texto e nas tags, robos de conteúdo e de back links, e outras “facilidades”. Foque em menos volume de conteúdo mais relevância para seu público. Um bom exemplo da movimentação do Google neste sentido é o algoritmo mais recente, lançado em 2020, o BERT.

Em resumo: O comportamento de quem acessa sua página é um dos principais fatores de ranqueamento, os algoritmos do Google monitoram tudo que o usuário faz e define a relevancia que o conteúdo tem para aquele perfil de pessoa: Quanto melhor o comportamento melhor sua posição. Vale apena ver o conteúdo sobre o BERT acima antes de continuar aqui.

Use o “quem, como e por que” ao produzir para tráfego orgânico

Avalie seu conteúdo e leve em conta quem o criou, como foi criado e por que foi criado. Desse modo, certifique-se de que seu público possa identificar o autor, entender o processo de criação e acima de tudo, compreender o real propósito do conteúdo.

“Quem”

Uma dica para tornar o seu material mais intuitivo para quem terá contato com o mesmo é deixar claro quem o criou. Assim, inclua assinaturas nas páginas e sempre tente mostrar dados sobre quem escreveu os conteúdos.

“Como”

Explique como o conteúdo foi criado e, mais ainda, se a automação foi usada na etapa de criação. Nesse sentido, é ideal também evitar que o público perceba a clara interferência da IA no seu material, porque isso pode diminuir a sua autoridade com algumas pessoas.

“Por que”

Deixe claro o motivo pelo qual o conteúdo foi criado e que este serve para ajudar as pessoas, não apenas atrair boas classificações nos motores de pesquisa, como já dito mais acima.

Portanto, seguir essas diretrizes ajudará a criar um conteúdo útil, confiável e centrado nas pessoas, que não apenas agradará aos mecanismos de pesquisa, mas também aos leitores.

Lembre-se também de que o Google valoriza o conteúdo que agrega valor genuíno aos visitantes e que prioriza a experiência do usuário.

Equipe Clave

Equipe de Redação da Agência Clave.A equipe de profissionais formados em comunicação da Agência Clave eventualmente estuda sobre o que fazem  e compartilham seus novos aprendizados, a fim de disseminar seus conhecimentos.

Comentários